Pesquisar este blog

Carregando...

Páginas

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Arquétipos II



Arquétipos II

Todo símbolo é energia e informação. Todo símbolo por si mesmo produz um resultado em termos de neurotransmissores produzidos em quem usa ou quem o vê.
Esse é o fundamento de toda a publicidade. O uso de arquétipos para criar neuroassociações com um determinado produto ou idéia.
Todo símbolo manipula energia de um jeito ou de outro. E influencia imediatamente que o usa ou quem o vê. Nesse sentido todo símbolo é mágico, porque manipula a realidade para o bem ou para o mal.
O poder que existe num símbolo é imenso. Para o bem ou para o mal.
A suástica foi escolhida justamente pela sua capacidade de mobilizar tremendas quantidades de energia. Até hoje ela é mostrada distorcida para que não mobilize as massas como fez na Segunda Guerra Mundial. Todo arquétipo mexe com energias primordiais e telúricas. É preciso saber muito bem o que se está fazendo com um símbolo. O resultado é inevitável.
Hoje em dia muitos jovens estão usando caveiras nas suas roupas. Caveira é um símbolo de morte e atrai morte. Um evento recente deveria servir de alerta.
Se as pessoas sabem o que o símbolo representa ou não, é irrelevante. Ele funcionará de qualquer forma.
Colocar uma águia num empreendimento comercial afastará os clientes. Anos atrás numa palestra uma pessoa comentou que uma empresa de recursos humanos em Santo André, tinha uma águia na fachada. Eles esperavam atrair muitas pessoas interessadas em empregos, mas praticamente ninguém entrava na empresa para fazer uma ficha. Eles perguntaram por que? Eu disse que só entravam pessoas de terno e gravata por causa da águia. É um símbolo para empresários. O povo não entrava de forma alguma na empresa e era justamente esse público que eles queriam. Eles não sabiam o efeito que a águia provocava e mesmo assim a estavam usando.
Vários alunos perderam o emprego depois que levaram uma águia para dentro da empresa e colocaram na mesa de trabalho. Professoras foram exoneradas no mesmo dia em que puseram a águia. Diretores só usam cavalos como símbolo, porque a águia só é usada pelo presidente. Vários casamentos terminaram depois que um pôster de águia foi colocado na sala de tv ou uma estátua de águia. Em uma semana o marido foi embora ou a empregada pediu demissão. Isso é um exemplo de que é preciso ter muito cuidado com um símbolo.  Em maio farei duas palestras sobre o tema em São Paulo.
Quem conhece o que é um “ponto riscado” sabe do poder tremendo que emana do símbolo. Isso não é brincadeira para crianças. Mexer com arquétipos é mexer com a energia mais poderosa que existe. Os Arquétipos foram as primeiras emanações do Todo. São o próprio Todo individualizado.
Já expliquei que não se mistura uma energia com outra. Isso depende de muitas variáveis. Deve-se escolher com que tipo de energia se quer trabalhar.  Ocultismo não é para amadores.
Quem quiser se aprofundar no tema deve tomar sérias precauções antes de usar o conhecimento.

Direitos Autorais:
Copyright © Hélio Couto. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link: www.heliocouto.com

Tecnologia da Ressonância Harmônica



Tecnologia da Ressonância Harmônica

Muitos anos atrás depois de uma palestra, uma pessoa perguntou à todos que conhecia, se existia uma máquina que gravasse os CDs com os conteúdos que eu havia explicado.
É claro que todos disseram que não havia uma máquina que gravasse isso no planeta Terra. Então ela não acreditou que a informação está gravada e não fez o trabalho com a RH.
Eu sempre disse que esta tecnologia não é desta dimensão. Este é sempre o mesmo problema. Querer entender Mecânica Quântica com pensamento de física clássica!
Os físicos da Teoria das Cordas já cansaram de falar que são necessárias 11 dimensões para conter as cordas. Que a matemática das Cordas exige 11 dimensões. Quando eles falam isso as pessoas pensam que eles estão falando de que? Lembram que se fala de terceira dimensão como tendo largura, comprimento e altura? Três dimensões! E com 11 dimensões? Estão falando do mesmo assunto. Não é outro tipo de dimensão. É do continuum espaço/tempo que estão falando.
Toda a realidade é construída com energia. Só existe energia e a energia pode ser colapsada de infinitas formas e dimensões. O tecido do espaço/tempo pode ser moldado do jeito que se quiser e em quantas dimensões se quiser. Esse tecido pode ser tratado como partícula ou como onda. É por isso que existem N dimensões. Todo evento sobrenatural está acontecendo em outra dimensão. Está claro que tudo é energia, que a consciência é energia e que portanto, não pode desaparecer, só se transformar?
Quem acompanha as pesquisas sobre a evolução já entendeu que existe uma grande questão no tempo da evolução. O salto de uma espécie para outra, símios para humanos, foi tão grande que é impossível ter acontecido naturalmente dentro do tempo que se fala. As evidências são esmagadoras por todo o planeta. Leiam sobre Arqueologia Proibida. Essas evidências são ocultadas por motivos óbvios. Houve um momento a uns 400 mil anos em que os humanóides foram alterados geneticamente para se formar um homo sapiens. Pura manipulação genética do DNA. Os humanos de hoje já estão patenteando genes e criando seres que nunca existiram, mesclando o DNA de uma espécie com outra. Isso com o conhecimento atual. Imaginem o que faria uma civilização muito mais avançada que a nossa? Em 400 anos de revolução industrial chegamos onde estamos. Imaginem alguns milhares de anos à frente. Alguém tem dúvida de que os humanos também fariam a mesma coisa em outro planeta com os habitantes de lá? Já fazem com os próprios habitantes da Terra!
Pois bem, as provas são esmagadoras, mas não interessa que se saiba a verdade. De qualquer forma para quem quiser ver elas estão ai.
O fato é que da noite para o dia surgiu o homo sapiens. Fruto da manipulação de seres de outro planeta. Da mesma maneira que na Terra existem pessoas amorosas e benevolentes, que trabalham para a Luz, também existem pessoas que trabalham para as Trevas. Isso também acontece com as raças de fora do planeta.  Existem várias raças benevolentes ajudando os humanos a saírem desta enrascada e outras raças com agendas negativas de controle, poder e manipulação. Isso está sendo alterado e saneado após o dia 21 de dezembro de 2012. A limpeza está em andamento. Logo escreverei sobre o que está acontecendo atualmente. Estou mantendo um diário sobre isso. Periodicamente posto uma matéria sobre isso.
Os seres negativos trabalham para manter o controle e o poder sobre os terrestres. Tudo que fazem é para manter os humanos na ignorância da vida espiritual ou das outras dimensões.
Os seres de Luz trabalham exatamente pelo contrário. Para dar conhecimento para os humanos, para que se livrem da dominação negativa. O que os negativos mais detestam é que se explique Mecânica Quântica. Eles sabem que por este conhecimento a humanidade evoluirá e sairá do controle deles. E é por isso que a reação sempre é emocional quando se fala de Mecânica Quântica. Porque eles perderão o controle quando a maioria entender como funcionam as outras dimensões, o que há nelas, quem são os seres que as habitam, etc.. É por isso que o materialismo é tão divulgado. Existe uma agenda secreta por trás de todo materialismo.
Tudo que é possível está sendo feito para que os humanos expandam a consciência de como enxergam a realidade. Até colocar a disposição uma tecnologia como a RH.
Se a pessoa acredita que é de fora do planeta ou não é outra questão. A questão é que funciona. O fato das pessoas se sabotarem está dentro das questões psicológicas e sociais referentes a sair do paradigma atual. Isso já foi explicado em outra postagem.

Direitos Autorais:
Copyright © Hélio Couto. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link: www.heliocouto.com

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

EGO I

EGO   I

Vejamos se fica claro. Na palestra do domingo que vem voltarei a tratar do assunto, mas vale à pena explicar um pouco aqui.
Sem uma analise do total da obra, é tirar do contexto uma fala ou uma sentença.
A informação é transferida, por exemplo, de Sidarta Gautama, O Buda, para uma pessoa. Essa pura luz entra por todas as sinapses e microtúbulos (essa é uma das formas da informação entrar) e procura inundar de luz o cérebro físico e o cérebro perispiritual. Normalmente o que acontece? A pessoa emite uma energia escura em sentido contrário que vem pelos microtúbulos e se choca com a luz que está entrando. Então o processo é paralisado. Fica uma luta entre o ego da pessoa e a luz que está entrando. Qualquer pessoa que tenha visão do astral verá isso acontecer. Esse impasse permanece por meses e anos até que a pessoa decide deixar os seus desejos de lado e fazer apenas o que o Todo (Deus) deseja que ela faça. Isso implica em deixar todos os interesses pessoais de lado e buscar primeiro o Reino dos Céus, como já foi explicado antes.
Isso tornaria a pessoa totalmente feliz, mas com um trabalho como Nelson Mandela, Martin Luther King e Gandhi. Deixar o ego de lado implica em deixar todos os interesses particulares de lado. Significa fazer integralmente a vontade de Deus. E ai a criação da realidade será na mesma proporção dos citados acima. Quanto mais soltar o ego mais manifestação terá. Não existe limite para isso.
No minuto 49 do DVD “Hermes” foi dito que com a informação é possível ter a maior capacidade competitiva possível. E é a pura verdade. Quem chegou ao estágio acima citado teria algum problema para gerir uma empresa gigantesca? Teria algum problema para ser um astro de Hollywood? Para ser um jogador de futebol considerado o melhor do mundo? Teria algum limite na sua vida? Evidentemente que não. E é por isso que as pessoas citadas acima fizeram o que fizeram. Porque menos que isso não tinha graça nenhuma para começar e eles estavam trabalhando para Deus o tempo todo.
Joel Goldsmith entendeu exatamente o que era esse poder quando estava nas trincheiras na guerra. Por isso ele escreveu o que escreveu e passou 35 anos curando.
Quem chegou nesse patamar de consciência terá interesse em ter algum negócio humano? Essa é a questão de todos que chegam a entender exatamente o que é o Colapso da Função de Onda. Ser co-criador em tempo integral.
Numa pessoa cujo ego está a serviço de Deus, a onda da informação entra em nanosegundos e inunda todo o cérebro. Imediatamente tudo é transformado e todos os neurotransmissores são produzidos. Não há nenhuma resistência com relação à entrada da informação. Seja de quem for. Mas, em muitas pessoas é cérebro está tão tomado de negatividade, das crenças negativas, que a informação não consegue penetrar inteiramente. Leva meses e anos para conseguir uma mudança.
Isso já foi explicado em mais de 60 palestras no mesmo local. Cada uma com 3 horas. Cada palestra é canalizada por uma ou mais pessoas diferentes e cada um dá o recado de acordo com sua personalidade e o tema do dia. Não há nenhuma incoerência entre eles.
O que eu prometo é a transferência de qualquer informação, mas se a pessoa deixa entrar ou não, é um problema de cada pessoa. E isso já foi explicado centenas de vezes. Se deixar o resultado será o mesmo do das pessoas citadas acima. Quando o ego desaparecer e só sobrar a vontade da Centelha Divina. Isso leva tempo, mas é possível para qualquer pessoa que se dê ao trabalho de fazer isso. Não se promete nada que não seja verdade de conseguir, mas existem condições humanas que precisam ser resolvidas para que se consiga ser um co-criador totalmente habilitado. E isso é um poder absoluto que só é permitido para a pessoa que já se despojou totalmente de qualquer  interesse particular. Por isso leva tempo. Até que o ego desaparece.
Já imaginaram um ser negativo com um poder desses? Ou o seu inimigo? É por isso que Caio Julio Cezar disse que esse conhecimento não pode ser dado ainda para a humanidade. Seria uma criança com uma arma.
Isso não impede que qualquer pessoa possa alçar um patamar de realizações do nível dos acima citados. Se quiser.
Acontece que esse é um caminho solitário e essa é uma questão difícil de ser aceita. As conseqüências de se tornar um co-criador são trilhar um caminho onde existem poucas pessoas. No topo da pirâmide existe muito pouca gente. É inevitável.
Portanto, entender todas as variáveis deste trabalho leva tempo e não é possível em três horas explicar tudo. É por isso que são necessárias N palestras explicando cada vez mais todos os lados do problema. Não existe nenhuma incoerência. É só colocar dentro do contexto da palestra e do que já foi dito. As possibilidades são infinitas como já escrevi numa postagem dias atrás, mas as condições de consciência de cada um é que limitam o que pode ser criado no momento. Isso sempre foi explicado. Centenas de vezes. As palestras no Centro Empresarial seguem um roteiro de ensinamentos. É um curso. Cada vez se aprofunda mais e é por isso que não é possível repetir todos os conceitos de novo à cada palestra. Assim não sairíamos do lugar. Por exempo: a Dupla Fenda já foi explicada dezenas de vezes.
Quando se pede casa/carro/apartamento é preciso explicar para as pessoas como conseguir isso. E isso é explicado dezenas ou centenas de vezes. Nenhuma informação é negada. Toda a metodologia é passada. Mas, o que é preciso entender é que é a consciência que cria a casa/carro/apartamento. Todo o potencial está lá, toda a informação é passada, mas são as crenças limitadoras que impedem que se crie na velocidade que se quer. Isso também já foi explicado dezenas de vezes. Essa é uma realidade do universo. Tudo é consciência. E a pessoa cria a sua realidade com seu consciente, subconsciente e inconsciente. Qualquer trauma, tabu, preconceito, crença negativa, limitante, etc., que esteja na mente da pessoa impede uma perfeita criação da realidade. A pessoa colapsa o que tem dentro de sua mente integral. É para conseguir essa transformação que existe a RH. Para que a pessoa consiga em pouco tempo o que levaria encarnações para conseguir. Se a pessoa deixar o ego de lado cada vez mais.
Bastaria que a pessoa ouvisse os depoimentos em qualquer dos locais que atendo para ver o quanto é possível conseguir com a RH.
Será que está claro como funciona a mente humana e a criação da realidade?
Domingo que vem explicarei isso durante mais 3 horas. E assim por diante até que não esteja mais aqui.

Direitos Autorais:
Copyright © Hélio Couto. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link: www.heliocouto.com

Testemunho I



Testemunho I

Um cliente enviou um e-mail com o texto abaixo:

Bom dia.

Quando a gente entende o eletromagnetismo, parece uma estupidez imensa ter qualquer coisa negativa emanando, ter qualquer crença limitante. Mas enquanto estávamos nas trevas da ignorância, esse conceito é no mínimo fantasioso. Incrível que o real paradigma abre todas as possibilidades, clareia tudo, livra, conforta e ainda assim tememos saltar do velho e conhecido mundo das coisas mecânicas e imutáveis.Pensamos que entendemos, que sabemos, que conhecemos mas e aí é que está o problema, falta um pouco mais de honestidade com a gente mesmo. Olhar para dentro de sí mesmo e constatar que não se entendeu é vergonhoso né então é melhor fingir que entendeu assim evito o choque, ego puro.
 Tudo é energia, tudo é informação. Parecia grego.Inconscientemente ou talvez não, sabemos onde isso vai dar, um imenso e negro abismo de coisas desconhecidas, que na verdade não tem nada de perigoso a não ser para o ego, aí sim saber do eletromagnetismo, efeito zenão é perturbador pois como se vai poder dominar, usar, aproveitar e também se apegar, que mérito teria o mais incauto ignorante ao bradar do alto de seu orgulho que não leva desaforo pra casa, que não perdoa, que não esquece? Tudo é consciência, outra informação que abala tudo pois o outro aquele gordinho que é piada, aquele velho jogado no asilo, o negro que se discrimina, o gay que se espanca, a mulher que se abusa e etc, nunca mais servirão para isso, nunca mais diversão a custa da dignidade dos outros, nunca mais se livrar de alguém como no caso dos velhinhos no asilo, fim da crueldade disfarçada de humor, de brincadeiras. Que sem graça pensa o ego. Mas Deus está lá longe né, e outra depois eu me arrependo e pronto tudo azul, quantas e quantas vezes já não ouvimos isso e é claro que essa informação é loucura pura e simplesmente mas, conforta e alivia quem não quer se responsabilizar por seus atos.
Eu me achava usado por Deus, num sentido negativo é claro, pois Ele ama histórias, Ele vive agregando informações, se expandindo e agora fica me usando pra que Ele viva as coisas e eu como fico? E a dor que eu passei? E as coisas boas que eu fiz Ele vai receber tudo assim? Um pensamento egoísta é claro que virou fumaça quando entendi que num belo momento me "desprendi" Dele e passei a co-existir e a colaborar com a expansão do Todo e ainda por cima ganhei a imensa dádiva de se ter auto-consciência e de Ser junto a Ele e agora lembrando como co-criar. Faço parte do Tudo-Que-Existe, eu sou o EU SOU, junto, o tempo todo. Pronto, fim do raciocínio estreito, expandiu, senti a diferença.
Apesar de que quase em todas as palestras ouvirmos isso, parece que quando entendemos a coisa descobrimos algo que não sabíamos, parece novidade, parece novo.

Que maravilha! Vidas e vidas fazendo besteira, nesta encarnação conheci a solução. Quanto mais eu tento entender a Ressonância mais ela apresenta um maravilhosa complexidade que estimula a conhecer ainda mais. O benefício é tão imenso que...cadê as palavras?? Meu vocabulário é pequeno pra dizer o tamanho disso, pra dizer quanto amor existe em tudo isso. E como o processo agora é irreversível cabe a nós sair cada vez mais da frente até que cheguemos ao ponto de não conseguir mais dormir sabendo que tem gente passando fome, pessoas na lama, crianças sendo sacrificadas, animais maltratados, e toda coisa ruim que por enquanto existe.

Só desabafando, agradecendo e caminhando...

Obrigado!

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Mecânica Quântica IV



Mecânica Quântica IV

Dualidade onda-partícula


Recentemente a experiência da Dupla Fenda foi refeita e desta vez usando um fóton por vez. Disparando um único fóton por vez.
Quando está aberta uma fenda o fóton passa como partícula, mas quando as duas fendas estão abertas o padrão de interferência aparece. O fóton passou como onda. Só que passa um fóton por vez. Com quem ele interfere? Com ele mesmo! A onda dele interfere com a própria onda.
Como disse a natureza ondulatória é a realidade final da natureza.
Quando olhamos para os fótons eles se comportam de forma diferente de quando não olhamos. O observador muda o resultado da experiência. O fóton sabe que está sendo observado. Ele faz o que o observador quer.
Quando colocamos foco em algo, aquilo é criado, quando deixamos de por foco, aquilo é descriado. É assim que carros/casas/apartamentos/negócios/clientes/fazendas/etc. saio criados e é assim que tudo isso desaparece assim que duvidamos ou tiramos o foco do que queremos.
A pessoa entra numa agência de venda de automóveis e o vendedor pergunta:
- Que carro você deseja?
- Não sei. Estou pensando. Ontem queria o A hoje quero o B, mas ainda não decidi.
Quando essa pessoa comprará o carro? Nunca. E se ela decidir e 5 minutos depois voltar atrás, também nunca terá carro. É isso que as pessoas fazem com o Poder Criativo Divino que têm dentro de si. Agora, vejam a seguinte situação: O Poder Criativo Divino nunca desaparece e está aumentando a consciência dele dentro de todas as pessoas. Isso está acontecendo agora. Todas as escolhas são criadas e virão à realidade, mais cedo ou mais tarde. No caso de coisas positivas demora porque a pessoa muda o tempo todo. Ora é um tipo de carro ora é outro e assim por diante em tudo. Ou nem pensa no carro. Estou explicando com a metáfora do carro. Vale para tudo. Só que no caso de negatividade, pensamentos e sentimentos negativos, eles são constantes e isso é como se confirmasse o pedido do carro. Isso é devido à entropia psíquica. Se não se controla o pensamento ele inevitavelmente cairá para a negatividade, para a desordem, para a perda de energia. Se a pessoa tem certeza de que quer aquele carro, ele virá e se tem certeza de que será despedida, ela será. Ou se acha que está doente, ficará. Repito: o Poder Criativo Divino está sendo mais conscientizado pelas pessoas e agirá mais rápido. Portanto, muito cuidado com o que pensa e sente.
Em vista disso, muito cuidado com a filosofia determinista que domina o pensamento do ocidente. Tudo já está determinado e não há escolhas. É por isso que muita gente pensa assim: “Pobre nasce pobre e morre pobre”. É o pensamento por trás do que falam:  que é a Ordem Natural das Coisas! Os escravos nasceram escravos, tal raça é inferior às demais, as mulheres são inferiores aos homens, etc.. É o contrário das Infinitas Possibilidades da Mecânica Quântica.
Para que as pessoas se apercebam do seu Poder Criativo Divino é que a autoconsciência dele está sendo implementada nas pessoas. Elas criarão o negativo com mais velocidade até que aprendam que ele existe e passem a controlá-lo.

Escolha retardada

Outra experiência fundamental é a da Escolha Retardada. Depois que o fóton já passou pela(s) fenda(s) ele é observado antes de chegar no écran. Se o observador muda sua intenção do que quer que ocorra o fóton volta no tempo e se comporta como o observador quer. Mesmo depois de ter feito o que se esperava que ele fizesse. Ele sabe que o observador mudou de intenção/desejo e volta para ser comportar de acordo com o desejo atual. Ele volta no tempo e refaz o caminho.  Isso significa que o tempo como uma seta de uma só direção não existe. É só uma questão de percepção humana. Na realidade o tempo flui em todas as direções. Nós escolhemos como queremos usar o tempo.
O tempo em cada dimensão passa de forma diferente. Um minuto na terceira dimensão corresponde a muito mais tempo na próxima dimensão. É por isso que Joel Goldsmith dizia que três minutos eram suficientes para atender os clientes. O mesmo acontece comigo. Não dependo do tempo como é contado pelos relógios humanos para ter acesso às informações do que o cliente precisa. Três minutos são  mais do que o suficientes e isso muitas vezes não é entendido pelo cliente. É por isso que é  bobagem querer entender a Mecânica Quântica com a visão da física clássica. É por isso que os físicos até hoje se debatem com os experimentos e não sabem como funcionam.
Existe uma dimensão extremamente “perto” da nossa. Todos interagem conosco e nós interagimos com eles. É um continuum. Esta próxima dimensão é extremamente parecida com a nossa, com cidades, colônias, hospitais, escolas, fábricas, casas, praças, música, etc.. Eles estão esperando que os físicos “abram os olhos” e vejam a realidade da próxima dimensão. Mas, para que isso aconteça é preciso deixar de lado o paradigma vigente, as crenças, a matemática terrestre, os aparelhos terrestres, a metodologia terrestre, o método científico, a visão de mundo terrestre e dar o salto quântico consciencial. Ai sim verão o que está bem diante dos seus olhos!
“Quem tem olhos veja!”.

Direitos Autorais:
Copyright © Hélio Couto. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link: www.heliocouto.com

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Infinitas Possibilidades II



Infinitas Possibilidades II

O termo “infinitas possibilidades” precisa ser corretamente entendido para não gerar mal entendidos.
O que são infinitas possibilidades?
Como é possível?
Para entender o que um físico quântico quer dizer com isso é preciso raciocinar como um físico quântico. A dificuldade sempre reside em querer entender a Mecânica Quântica com o raciocínio da Física Clássica do Newton. É por isso que sempre falam das “esquisitices” da Mecânica Quântica. É porque ainda não houve uma transformação da consciência para analisar o mundo através da Mecânica Quântica. Enquanto a pessoa não dá um salto de consciência ela não consegue “ver” o mundo com outros olhos. Quando consegue dar o salto os olhos brilham quando fala da Mecânica Quântica e os outros não entendem o porquê do deslumbramento com a Mecânica Quântica. E isso acontece com todas as pessoas: os que entendem e os que não entendem.
Como o físico quântico vê a realidade?
Ele sabe que se colocar um microscópio muito potente (imaginário) e olhar qualquer parte da pele humana, verá células, em seguida moléculas, átomos, o núcleo do átomo, os prótons e nêutrons, os quarks (que formam os prótons), as cordas e depois o Vácuo Quântico. De onde emerge tudo isso. O físico sabe que tudo isso pode ser tratado como partícula ou onda. Partícula é o estado condensado da onda (massa, matéria). Tudo que existe tem a dualidade onda/partícula. Tudo é uma onda e uma partícula ao mesmo tempo. O estado mais fundamental é uma onda. Portanto, a partir da onda primordial tudo pode ser moldado como partícula. E continua sendo onda também. Existe um campo eletromagnético em tudo que existe. Pois tudo que é átomo tem um campo eletromagnético.
Desta forma a realidade está feita em última instância de ondas, que podem ser moldadas de acordo com a consciência do proprietário. A pessoa que é dona do corpo pode controlar as próprias ondas, se entender isso. Toda onda é energia e informação. A in-formação forma a forma da partícula. O corpo da pessoa. Ou qualquer outra coisa que exista no universo.
Além disto, tudo é consciência. A onda primordial é pura consciência e portanto tudo tem consciência. Essa consciência é que permite as infinitas possibilidades. Tudo pode ser remoldado ou reformatado ou re-in-formado, de acordo com a vontade do ser que possui aquele corpo.
Então tudo pode mudar? Sim.
Tudo tem solução? Sim
Todos os problemas tem solução? Sim.
Porque a consciência é que cria os problemas e a consciência pode resolvê-los. Basta mudar a consciência que a realidade muda instantaneamente. A realidade tem de ser congruente com a consciência. Isto é, ser exatamente igual à consciência. Isso significa que qualquer pensamento/sentimento contrário a essência da onda primordial gera um conflito, que no corpo se transforma em uma psicossomatização. Uma doença.
Nos negócios em perdas, em desemprego, etc. Na sociedade, em crimes e etc.
Caso tudo isso fosse organizado de acordo com a onda primordial não haveria nenhum problema. Tudo seria felicidade, alegria, amor, prosperidade e etc..
Agora, precisamos acrescentar mais uma variável. O tempo. Não existe o tempo nem o espaço sozinhos. O que existe é um continuum espaço/tempo.
E mais uma variável: o espaço é composto de N dimensões. Cada dimensão tem seu próprio tecido espaço/tempo definido pela sua freqüência (vibração) dos átomos que o compõem. Portanto, existem muitas dimensões habitadas como a nossa (chamada Terceira), com seres dos mais diversos formatos (como a nossa também o é). Os humanos dão alguns nomes para essas dimensões: paraíso, purgatório, inferno, astral inferior, astral superior, etc.. São apenas nomes. O fato é que existem as dimensões e que elas são habitadas por seres (consciências) de acordo com o estado destas consciências. Traduzindo: ladrão fica onde tem ladrão, assassino fica onde tem assassino, etc. Cada um na sua (freqüência).
Portanto, não existe nada sólido em última instância. Tudo é consciência. Tudo é eterno. Vai-se de uma dimensão para outra de acordo com a consciência e a vontade da pessoa. Passado, presente e futuro são uma coisa só. Um continuum. Tudo está acontecendo ao mesmo tempo. É possível voltar no passado e curar um trauma (com a consciência).
Considerando que podemos moldar a forma física ou ondulatória da forma que quisermos com a nossa consciência, de acordo com o estado da nossa consciência, que temos todo o tempo do mundo para fazer isso e que podemos trafegar pelas dimensões de acordo com nossa consciência, o que é impossível? Nada.
Tudo é possível. São infinitas possibilidades. A consciência não acaba nunca e pode experienciar o que quiser. Infinitas vezes. E como tudo é informação também pode ganhar tempo acrescentando mais informação de acordo com sua vontade. E estado de consciência.
Quando se trabalha com a realidade é com essa realidade última que se trabalha. Não se tenta resolver um problema somente dentro de uma dimensão ou somente dentro do presente ou somente no estado partícula. Quando trabalhamos para resolver algo é considerando tudo isso. Não importa se é passado, presente ou futuro, se é nesta dimensão ou em outras, se é partícula ou onda. Faz-se o que é necessário para resolver e pronto. E no devido tempo está resolvido. Tudo que é feito na próxima dimensão repercute na terceira dimensão. Tudo que se faz nos outros 6 corpos (todos temos 7 corpos) repercute no corpo físico. Quando se altera o passado, o presente e futuro são alterados. Quando se altera o futuro, o presente e passado são alterados.
Isso é olhar holisticamente o universo. Como um todo. O Todo.
Agora vejamos. Colocar restrições ao funcionamento do universo é perda de tempo. O universo é o que é e pronto. Ou somos um com ele ou sofremos. Estamos dentro dele, somos ele. Impossível escapar dele. Melhor se render e ser feliz com ele.
Quando uma pessoa quer uma “solução” para um problema, mas que tem de ser na terceira dimensão, ela está “forçando a barra”, como se fala. Quando uma pessoa quer uma solução ou coisa, agora, no momento presente, ela está “forçando a barra”. Quanto uma pessoa quer uma solução nesta vida, ela está “forçando a barra”. Ela não está fluindo com o universo. Na verdade está indo contra o Todo e isso nunca dá certo. Isso é impossível de funcionar.
Quando a pessoa aceita a solução dentro do funcionamento do Todo, a felicidade é certa. A solução virá nesta vida ou na próxima, nesta dimensão ou na próxima, agora ou no futuro. É preciso deixar isso nas mãos do Todo. Devemos fazer a nossa parte. Somos co-criadores. Estamos criando conjuntamente. Não podemos contrariar a outra parte. Somos uma coisa só. A parte faz parte do Todo. Isto é seguir o Tao.
As infinitas possibilidades são realmente infinitas possibilidades. Elas existem na onda primordial. Os físicos quânticos dizem que a onda de possibilidade flui pelo espaço/tempo; vai e volta pelo passado, presente e futuro. E que quando colide com outra onda de possibilidade, ela é elevada ao quadrado e passa a ser uma onda de probabilidade. Essa é a matemática das infinitas possibilidades. A onda do Todo flui sem cessar e quando encontra a onda do pensamento/sentimento de um ser (co-criador), ela se transforma em onda de probabilidade. É assim que se cria uma onda de probabilidade de ter um carro na sua garagem, um emprego, um cliente, etc.. Qualquer coisa. Se essa onda de probabilidade for mantida pelo tempo correto, ela vira algo concreto na sua vida: o carro, emprego, etc.. Se duvidar a elevação ao quadrado é desfeita e volta a ser uma onda de possibilidade. E o carro não está mais na garagem!
É assim que se trabalha com a in-formação. Considerando tudo isso.

Direitos Autorais:
Copyright © Hélio Couto. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link: www.heliocouto.com

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Mecânica Quântica III



Mecânica Quântica III

Há mais três séculos Newton definiu as três leis do movimento e com isso criou o determinismo. A metáfora que ele usou foi a de um grande relógio. O universo seria uma grande máquina, um grande relógio. Conhecendo-se as leis do movimento poderíamos saber o passado, o presente e o futuro. Tudo ficou determinado. Não havia mais espaço para a criatividade nem para o livre-arbítrio. Cada coisa tinha seu lugar na grande máquina e essa era a ordem natural das coisas. Isso deu uma grande argumentação lógica para os senhores de escravos e o controle de toda a sociedade. Existia uma ordem natural e os escravos faziam parte dela e nunca poderiam ser livres. Mas, essa é outra história.
No mundo de Newton nada pode ser mudado. Tudo já está determinado. Sabendo-se a causa pode-se prever o efeito matematicamente. A partir do momento em que o universo surgiu se tivermos todas as informações poderemos calcular todo o futuro. Essa visão de mundo é que vem dominando as ciências e todo o resto até hoje. Mesmo um século depois da descoberta do Quantum toda a vida na terra está organizada segundo a matemática de Newton. Toda a economia, sociologia, psicologia, medicina,etc.. Tudo literalmente está contaminado com essa visão da realidade como uma máquina. Nesse mundo não existe espaço para o livre-arbítrio, para a decisão pessoal. 
Vocês podem analisar com isenção de ânimo e verificar por si mesmos que isso é a mais pura verdade. Não existe possibilidade real de mobilidade social por causa desta visão de mundo determinista. Outro aspecto é o reducionismo, já que toda máquina pode ser reduzida às suas partes. Isto é, cada pedaço da máquina pode ser analisado. A máquina pode ser desmontada e montada à vontade. Isso é o que a ciência faz até hoje. Analisa as partes tentando entender o todo. Mesmo quando o absurdo disto fica evidente como no caso de um automóvel. Espalhe no chão as peças de um carro e misture-as aleatoriamente. Quando você acha que surgirá um automóvel montado e funcionando dessa mistura? Praticamente nunca isso acontecerá. Ainda mais porque a entropia fará com que cada vez mais fique difícil conseguir uma ordem naquilo. Entropia é a perda de energia de um sistema.  É óbvio que somente com inteligência e energia conseguiremos montar o carro. Pois é, só que é assim que a ciência funciona. Com uma mentalidade reducionista. Vê as partes e desta forma nunca vê o todo.
Esta é a vida na Terra até agora. Os resultados estão ai para todos verem. Miséria, drogas, doenças, desemprego, criminalidade, violência, etc..  É assim que nossa sociedade está organizada: determinista e  reducionista. E pensa-se que não há a menor possibilidade de escapar desta organização.
Foi nesse entorno que Thomas Young fez o famoso experimento da Dupla Fenda pela primeira vez em 1803. Todos achavam que a luz era composta de partículas, é lógico. Num mundo materialista, determinista e reducionista a luz só poderia ser composta de partículas. Algo sólido, com massa.  Matéria. Quando Young fez a luz passar por uma só fenda, um pedaço de cartolina por exemplo, com uma abertura retangular apenas, viu pontos determinados ao fundo. A luz tinha passado como partícula. Porém, quando ele abriu mais uma fenda ao lado e a luz passou pelas duas fendas, o que ele viu foi uma padrão de interferência, que só podem ser de ondas. Um conjunto de faixas claras e escuras intercalando-se. Somente ondas podem formar esse resultado. Portanto, a luz tinha passado como onda.  Você pode fazer a mesma experiência com uma bacia com água e jogando duas pedrinhas na água em locais separados. Quando o pico de uma onda se chocar com o pico de outra você terá uma interferência construtiva, as ondas se somaram. Quando pico de uma colide com o vale da outra há uma anulação.  Essa é uma constante no caso das ondas, elas interferem de um jeito ou de outro. O experimento mostrava claramente que a luz tinha passado como onda.
E agora? A onda é partícula ou  onda? Quando passa por uma fenda ela se comporta como partícula e quando passa por duas se comporta como onda. Para onde foi o determinismo de Newton? Como essa experiência mudava toda a visão de mundo de tudo ela foi convenientemente esquecida durante um século. E o mundo continuou sendo dirigido como se fosse uma máquina. Até agora.

Direitos Autorais:
Copyright © Hélio Couto. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link: www.heliocouto.com

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Sistema de crenças IV



Sistema de crenças IV

Um cliente pergunta: como faço para quebrar os paradigmas?
Simples. Pelo conhecimento.
Voltemos quinhentos anos atrás. Estamos na Idade Média e todos acham que a Terra é plana e corre-se o risco de cair pela borda...
Pegamos uma foto da Terra vista do espaço e mostramos a eles. Passamos um filme feito da Lua com vista para a Terra. Aproximamos o zoom até que chega na cidade deles, na rua deles e no rosto deles. O que qualquer satélite faz hoje em dia. Provamos que é redonda.
Como fica o paradigma deles? Continuam achando que é plana? Impossível. Se continuarem é caso de internação psiquiátrica.
Quebrou o paradigma deles? Sim.
É claro que devemos tomar algumas precauções para fazer isso. Quem fez isso foi queimado na fogueira da Inquisição. Giordano Bruno.
Como foi quebrado o paradigma? Pelo conhecimento. Pela experiência direta do fato.
Em tudo o mesmo método funciona. Estudando, raciocinando, analisando, tendo contato direto com o fenômeno ou fato.
Crença é algo  que acreditamos porque optamos por acreditar. Independe de ser real ou verdade. A pessoa opta por acreditar. Por isso se chama crença. O contrario é conhecimento. A fé é uma crença. O conhecimento é saber. A pessoa que sabe não tem fé. Ela tem conhecimento direto. Então não precisa ter fé em alguma coisa, ela sabe que é.
Portanto, para mudar de paradigma é preciso estudar o assunto. vivenciá-lo. Então a verdade poderá ser conhecida.
“Conhecereis a verdade e ela libertar-vos-á”.

Direitos Autorais:
Copyright © Hélio Couto. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link: www.heliocouto.com

Grupos de estudos



Grupos de estudos

Para facilitar a organização dos grupos de estudos sobre a Ressonância Harmônica estamos transcrevendo todos os DVDs e colocando gradativamente no site para serem baixados como e-book. Gratuitamente.
Desta forma todo o trabalho estará disponível para aqueles que queiram se reunir e estudar.
À medida que os grupos forem formados poderemos colocar os dados do grupo no site. Assim os vários grupos podem trocar idéias. Desta forma haverá um crescimento exponencial do conhecimento entre os grupos.

Saindo da Matrix



Saindo da Matrix

Esclarecendo uma dúvida de cliente:

Pode-se usar qualquer mídia para portar a informação. O CD é muito prático para isso.
A informação tem de ser transferida, senão não há nenhum acesso a informação.
Alguém tem de transferir a informação.
Pode-se usar o cd ou não.
Mas, eu tenho de transferir a informação. Use-se o cd ou não.
Está claro?

Direitos Autorais:
Copyright © Hélio Couto. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link: www.heliocouto.com

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Mecânica Quântica II


Mecânica Quântica II

Depois de um século de Mecânica Quântica toda a sociedade humana ainda vive como se ela não existisse. Usam-se todas as descobertas para aparelhos eletrônicos e vive-se como se ela não existisse.
Toda a visão de mundo é da física clássica. De um mundo que é um relógio, onde nada está interconectado. Onde tudo é matéria e não existe nada além da matéria. Um mundo materialista, onde só existe o que os sentidos percebem. Onde a vida é pura reunião de substâncias. Onde a consciência é apenas a ação dos neurônios. Onde não existe vida após a morte. E todo o resto é conseqüência dessa visão de mundo. Nada mudou trezentos e tantos anos depois de Newton. Nada mudou desde a Idade Média. Continuamos na Idade Média, na Idade das Trevas.
Tirando meia dúzia de pessoas que entenderam, os demais bilhões simplesmente ignoram tudo que foi descoberto. Mas, usam no dia a dia. Esse tipo de dissociação é algo extremamente doentio. E uma sociedade doente produz o que se vê no mundo inteiro: doenças, miséria, exploração, manipulação, sacrifícios humanos, tráfico de seres humanos, crueldade infinita, suicídios sem fim, etc.. Essa é a realidade nua e crua do planeta Terra.
Os poucos que tem condições mínimas de vida ignoram solenemente tudo que os físicos descobriram. Bastaria uma simples troca de consciência, uma expansão, entender o que é a MQ e tudo mudaria neste planeta. E isso implicaria na mudança das atitudes e com a mudança tudo seria sanado no planeta.
Mas é porque implica numa mudança de atitude que nada acontece. A maioria intui que se entender a MQ terá de mudar de atitude e por isso não consegue entender o experimento da Dupla Fenda (feito a mais de 200 anos), que uma criança de 10 anos ou menos entende. A questão é que essa criança não tem ideia ainda das implicações de entender e mudar as atitudes em relação a tudo que existe no planeta. Por isso ela entende sem problemas a Dupla Fenda. Os adultos já percebem que se entenderem terá de mudar e ai o cérebro reptiliano (Complexo-R) entra em ação e não entendem nada. E o mundo continua como antes. E já estamos com cem anos deste jeito. E se depender das pessoas continuaria pela eternidade afora. Nada mudando para que todos continuem na zona de conforto. O incrível é como que isso que existe neste planeta pode ser chamado de zona de conforto. Thoreau definiu perfeitamente quando disse que era um “silencioso desespero”. E isso continua. Todo o progresso dependeu sempre de algumas pessoas que fizeram a diferença: Gandhi, Mandela, Martin Luther King...
Assistam ao filme “Lincoln” para ver o quanto custa uma mudança social neste planeta.
O que a MQ mostra que praticamente ninguém quer ver?
Mostra que a realidade não é material. Que a matéria é apenas uma forma de organização da energia. Que no nível mais fundamental só existe energia. Que tudo está conectado no nível sub-quântico. Que tudo é onda e que no final só existe uma única onda. Que o observador cria a própria realidade. Que a matéria obedece a vontade do observador. Que existem n dimensões fora da terceira dimensão. Que a consciência continua após a morte. Que é possível estudar o que existe nas outras dimensões. E descobrir a realidade das outras dimensões. Deixando de lado todas as estórias que criaram sobre isso. Que tudo é consciência e tem consciência. Que a onda é consciência. Que toda a matéria tem consciência. Que uma única consciência está experienciando a si mesma de infinitas formas. Que existe um sentimento nesta única consciência, que é dominante.
E que tudo que contraria esse sentimento cria condições que trarão infelicidade para quem o criou. Esse ajuste é a  forma que a única consciência tem de fazer tudo voltar ao equilíbrio. O universo tende ao equilíbrio e faz tudo que é preciso para voltar a ele. E isso implica em correções de rumo desconfortáveis para quem o tira do equilíbrio.
Qualquer pessoa de bom senso e honestidade científica chega a essas conclusões depois de estudar a MQ sem preconceito. E essas conclusões se aplicam à todas as áreas: saúde, economia, sociologia, arqueologia, psicologia, psiquiatria, psicanálise, ciências, espiritualidade, religião, sexo, etc. Existe conseqüência em todas as áreas quando se entende o que mostram os experimentos. Não só fazer aparelhos eletrônicos. Existem significados por trás de todo experimento que mudam toda a visão de mundo de como é a realidade. E isso é o que realmente importa, porque isso é que resolveria todo o sofrimento que existe no planeta.
O que significa a existência do observador que define o comportamento do elétron na Dupla Fenda? Significa que a consciência do observador está afetando o comportamento do elétron. E como o elétron sabe o que o observador está pensando? É por isso que esse experimento é o experimento mais fundamental da MQ. E foi feito pela primeira vez a mais de 200 anos. E continuamos na mesma.
Será que precisamos descrever os experimentos?  E mostrar novamente o segredo mais bem guardado da física? É o que faremos nas próximas postagens.
Até que as pessoas resolvam agir de acordo com a realidade quântica. Enquanto não houver ação não significa nada. Sem ação não entenderam nada. Como Fred Alan Wolf disse: “se você viu MQ e acha que entendeu é porque não entendeu nada”. Porque essas pessoas continuam vivendo como se a MQ fosse mais uma teoria sem aplicação em tudo na vida. Sem entender que ela revoluciona tudo. E é por isso que continuam vivendo como se nada tivesse sido descoberto. É por isso que não muda nada na vida das pessoas. Porque não entenderam o que é MQ. Essa é a realidade, gostem ou não gostem. Se tivessem entendido mudariam de vida. Se Continuam vivendo assim é porque não entenderam.
Ou entenderam? E ai a situação é pior ainda. Pois se entenderam e continuam fingindo que não entenderam a que conclusão chegamos?

Direitos Autorais:
Copyright © Hélio Couto. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link: www.heliocouto.com


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

IMPORTANTE
Em virtude do grande número de pedidos por e-mail que estão na fila, está suspenso temporariamente o recebimento de novos pedidos (primeiro cd) por e-mail. Assim que todos os pedidos pendentes forem atendidos reiniciaremos o recebimento.
Os pedidos de quem já é cliente continuarão sendo atendidos. Apenas os pedidos do primeiro cd é que estão suspensos até que todos já pendentes sejam atendidos.
Solicitamos a compreensão de todos.
Obrigado
Hélio Couto
23/09/2013

Postagens populares